Image Map

Personagem da Ganhadora da brincadeira:

Personagem que a Jhessica fez, que ganhou a "brincadeira" das pulseiras:


"Se você pudesse escrever um papel (personagem) que ainda não existe em Rosewood, como ele seria?"



Harper DiLaurentis não é uma tipica DiLaurentis. Linda, porém ruiva e nada poderosa. É mais na dela, e mesmo assim tinha algo com Ali *sua prima* que só elas entendiam. As duas eram inseparáveis  Guardavam segredos, e compartilhavam tudo. E então Alison some, e é achada morta. Harper enlouquece, pois ao contrário da sua prima fabulosa, ela era garota mais solitária que Ali pode conhecer. Quem seria amiga dela agora? Com quem ela poderia contar? E a loucura a leva querer vingança, e a leva também para Rosewood. Mas quando ela pensa que vai poder descansar em paz sobre a morte de Ali, que vai conseguir acabar com a "assassina", sabe muito bem que tudo pode dar errado. Porém como é um personagem determinada, e corajosa, não tem medo das consequências... O que a marca é seu passado com Ali, e sua determinação pelo futuro. 

                                         

História resumida de Harper: Prima distante de Alison. Garota que Ali confiava mais que todas, e era grandes amigas...  sempre se encontravam... (antes de Ali ser amiga das liars). Porém depois de um incidente os pais resolveram separa-las... (elas machucaram uma inimiga "acidentalmente" e isso foi visto como uma má influencia de convivência). Se falavam sempre por telefone escondido... contavam todos os segredos e dividiam tudo. Ali sabia de tudo da vida da prima e Harper da dela, era como se as duas se espionassem. Ali escrevia carta contando a vida inteira de Rosewood, como se para a prima não sentir saudade do lar de mentiras e segredos. E Harper, escrevia da sua casa, a rotina da sua cidadezinha, meia monótona... Como se Ali quisesse realmente saber algo de lá. E então Ali conhece as liars... e mesmo não querendo, acaba deixando a prima de lado. Harper se sente deixada, mas se conforma em falar e escrever pra Ali quando as duas tem tempo. E mesmo assim, com Ali meio ausente em sua vida, elas continuam firme e forte e ela continua sabendo mais de Ali do que qualquer outra pessoa. E sabe de tudo que a Ali se permitia contar sobre todos ao seu redor. Até dos podres segredos das little liars. Da coisa com a Jenna, do Ian, e claro, de -A e tudo que houve no Halloween. Principalmente do Halloween... Ali sentia que só podia contar sobre o ocorrido com Harper. E então é meio que um choque quando Harper liga as coisas quando Ali é dada como morta. -A matou Ali? Porém ela fica traumatizada demais para tentar descobrir algo. Ela perdeu a unica amiga que tinha, e no meio de um turbilhão de tormentos acaba quase matando uma menina e fica com um "comportamento perturbador". Os pais a mandam para o Radley, em Rosewood, já que na cidade pacata que moram não tem essas coisas. E lá ela fica. E acaba conhecendo de relance, Mona, já que era considerada tão perturbadora que ficava isolada. Mas Harper nunca imaginou que ela é -A, e que estavam tão próximas. Então quando é liberada (depois de tempos que Mona estava ali...) vista como uma pessoa mais normal, e funcionando melhor, Harper decide ficar em Rosewood. Ela procura em primeiro lugar as Liars, que estranham a presença da novata e o fato de Ali nunca ter falado dela... Elas estavam cansadas dessas surpresas do passado de Ali, como Cece (que também já foi sua amiga), mas ouviram com atenção, adeptas a novos fatos e pistas.
"Então você é prima da Ali?" Perguntou Spencer
"A própria"
"E o que houve com você?" E então ela contou tudo. Desde antes da morte ate agora.
"Então Ali guardava segredos com você?" Quis saber Aria, depois.
"Os seus, os delas, os nossos. Eu era o diário pessoal da Ali, ela sempre achou que escrever não adiantava, muitas vezes ela precisava de alguém pra a escutar" Harper confessou, chorosa.
"Você eu suponho" Acusou Hanna.
"Sim... Mas o que eu quero dizer, é meio estranho... Ali recebia algumas ameças... antes de morrer, bem ela me contou, tudo..."
"Ameaças de -A?"
"Vocês sabem? Pensei que... eu pensei que ela só tivesse contado a mim" Harper parecia espantada. Só havia ido ali ver se elas sabiam de algo, alguma informação que a ajudasse descobrir alguma coisa. Alguma coisa a mais.
"Ela não contou, mas descobrimos... é que, bem, -A está ameaçando agente a muito tempo" Emily falou, pela primeira vez. 
"Você acha que -A a matou? Tem alguma ideia de quem seja?" Harper estava desesperada por respostas.
"Não sabemos, digo, -A é Mona, mas não acredito que ela seja capaz de matar..." Hanna disse, defensiva.
"Mona?" Onde Harper havia ouvido esse nome? Mas ela absolutamente tinha ouvido... não era o nome da louquinha mais nova do Radley?
"Mona Vanderwaal...
Elas conversam e Harper descobre tudo que tem que descobrir sobre -A, novas descobertas da Ali, que Ian está morto... e coisas que, naquela clinica não poderia ter conhecimento. E então ela recebe uma sms de -A escrito "Mais uma da família querendo ser morta? Deixa comigo -A" Ela fica louca, novamente, literalmente. Nada a tirava da cabeça que Mona tinha matado Ali, então ela finge surtar e volta para clinica, para se vingar de Mona, e ela a tem uma briga com ela quando Mona vai fazer suas rondinhas. Armada, Mona tenta matar Harper, mas ela consegue pegar a arma e atira em Mona, que morre. Harper sai da Radley para a prisão. E Hanna nunca foi visita-la por magoa e receio, de ter perdido outra melhor amiga (se é que poderia chama-la disso) para morte. Spencer visitou-a no primeiro dia. E depois ninguém foi ve-la, mas ela não fica muito tempo na cadeia. Harper é mandada de volta a Radley, por motivos de estar "louca" e precisando ser tratada. Poré, num novo plano, mais um integrante do team -A está lá. As liars a que muito tempo não recebem um sms, carta, telefonema, email ou nada de -A, num belo dia encontram no chão da sua casa um papel, escrito "Ninguém mata alguém do team! Então ela praticamente implorou por ser morta... Certo? Será que vocês vão chorar? Creio que não... afinal é só mais uma DiLaurentis que vocês não vão sentir faltaMas talvez vocês queiram os restos mortais como recordação. -A" Então Spencer recebe um telefonema de Wren, dizendo que Harper está morta. E assim, acaba tudo pra Harper, a personagem que entrou para fazer mais confusão na vida das liars, e sair do jeito típico de -A: morta. Morta e deixando mais -A's para as liars lidar, porque um a mais e um a menos, parece mesmo que não ia fazer diferença. Mais talvez uma morte faça. Ou não. 

FIMM 


PS: Jason, que também era primo de Harper (Obvio) nunca foi muito chegado a ela, por isso mesmo sabendo da existência da garota em Rosewood, e em Radley nunca a visitou e preferia fingir que ela não existia. O mesmo pra Cece, que se afastou da menina quando ela mais precisou. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário